E se o sorriso dos Nirvana não tiver sido desenhado por Kurt Cobain?

Estilista responde em tribunal por uso indevido do desenho que virou marca registada da banda

Marc Jacobs questiona se o smiley imagem de marca dos Nirvana foi mesmo desenhado por Kurt Cobain, falecido líder da banda norte-americana. O estilista foi processado por usar o desenho de um smiley idêntico à imagem de marca da banda dos anos 90 e interroga agora sobre os direitos de uso do desenho.

"A aparente ausência de qualquer pessoa viva que tenha presenciado a criação da obra em questão, alegadamente protegida por direitos autorais, associada às numerosas incongruências no registo em que assentam as alegações dos Nirvana, servem de base à contra-alegação apresentada", justificou Jacobs em tribunal na terça-feira, pedindo que o registo de direitos de autor seja considerado inválido.

Em dezembro do ano passado a banda avançou com um processo em tribunal contra Jacobs, alegando que o desenho do smiley usado numa t-shirt criada pelo estilista era demasiado semelhante ao da banda. Na criação do estilista as lestras M (Marc) e um J (Jacobs) no lugar dos X que fazem de olhos no desenho dos Nirvana e com a palavra Heaven em vez de Nirvana. Semelhanças que levaram a banda a avançar com um processo em tribunal, por uso "opressivo, fraudulento e malicioso". Isto apesar do estilista justificar que os seus designs não violavam os direitos autorais.

Ainda segundo o jornal The Guardian, Dave Grohl e Krist Novoselic, os dois únicos elementos vivos dos Nirvana, terão declarado em tribunal não saber quem criou o logótipo utilizado pela primeira vez pela banda num folheto em 1991 e registado no ano seguinte.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG