Exclusivo Crista Alfaiate - Um novo furacão para João Botelho 

Crista Alfaiate, rosto de cinema que Miguel Gomes tinha descoberto na trilogia As Mil e uma Noites, é uma das forças femininas revigorantes do festival de artifício que é Um Filme em Forma de Assim, de João Botelho. Ou uma atriz a ter prazer nas palavras de Alexandre O"Neill. Para ver nos ecrãs a partir de quinta-feira.

Umas das coisas mais reluzentes deste novo projeto de João Botelho a partir de colagens de textos de Alexandre O"Neill é a força positiva do elenco feminino. Atrizes luminosas e felizes com um poder especial. Um super-poder em estado de graça e nas quais se destaca a personagem de Crista Alfaiate, mulher em busca dos muitos Alexandre O"Neill da Lisboa artificiosa. Uma atriz em modo de perfeição, uma presença de um impacto radiante.

Antes deste filme parecia que era ponto assente que as palavras do O"Neill eram apenas território da literatura, não podiam pertencer ao cinema ou ao teatro...
Concordo. Isso assustava-me mas era o desafio maior. O certo é que há toda esta energia maior do João Botelho e toda uma interpretação que ele mete para cima dos textos, sobretudo na forma de se ler. Aliás, nos ensaios era o João a ler os textos para os atores... E nós vamos percebendo como ele vibra com aquilo. No caso do sonho e do tribunal, há que adaptar a situação à palavra. Um cuidado para não banalizar a palavra que é poema... Ou seja, não fazer naturalista e aceitar o artifício. Só agora filmei com o João mas o artifício aqui era muito marcado e a ideia era mesmo ir à boleia disso, aproveitar o sabor da poesia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG