PSP vai fiscalizar velocidade em Lisboa

Velocidade com que se circular nas estradas da Área Metropolitana de Lisboa vai estar sob fiscalização especial da PSP até domingo.

A Polícia de Segurança Pública vai reforçar a fiscalização à velocidade com que se circula nas estradas da área metropolitana de Lisboa até domingo. Num comunicado divulgado na manhã desta segunda-feira é anunciado a intenção de aumentar a vigilância nas vias lisboetas com o objetivo de "diminuir o número de infrações e, consequentemente, a redução no número de acidentes rodoviários".

No documento, a PSP alerta para o facto de que circular em excesso de velocidade - crime previsto no artigo 27.º do Código da Estrada - e punido com uma coima até 2500 euros, uma sanção acessória que pode levar o condutor a ficar sem carta até dois anos e à retirada de um máximo de quatro pontos na licença de condução.

Apesar deste alerta, que tem como lema "A vida não se mede em km/h! Boa viagem", a polícia garante que esta fiscalização não afastará os agentes da atenção a outras infrações.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.