Metro de Lisboa circulou de porta aberta. Empresa já abriu inquérito

"O comboio evacuou de imediato passageiros no cais da estação Quinta das Conchas, tendo sido isolada a porta, tendo o comboio seguido em circulação de serviço para o término do Rato, tendo, posteriormente, transitado para a oficina."

Uma carruagem do metro de Lisboa andou com uma porta aberta, esta quinta-feira, entre duas estações na Linha Amarela, entre o Rato e Odivelas. O incidente aconteceu na manhã desta quinta-feira na Quinta das Conchas e o momento, captado em vídeo, foi divulgado nas redes sociais.

Entre as 06:00 e as 10:00, o metro esteve encerrado, devido à greve dos trabalhadores. O incidente deu-se depois. No entanto, a empresa garante que "o comboio foi evacuado" na Quinta das Conchas e que o Metropolitano de Lisboa abriu um inquérito para apurar "as causas que estiveram na origem da ocorrência".

Comunicado do Metropolitano de Lisboa

"O Metropolitano de Lisboa confirma a ocorrência que se verificou hoje, às 11h02, que envolveu a avaria de um dos lados da porta do comboio, que circulava na linha amarela, no percurso entre a estação Lumiar e Quinta das Conchas. Antes de partir da estação Lumiar a ocorrência estava aparentemente resolvida, tendo o comboio arrancado.

Às 11h05, após a chegada do comboio à estação Quinta das Conchas, verificou-se que, durante o percurso entre Lumiar e Quinta das Conchas, uma das folhas da porta estava aberta.

O comboio evacuou de imediato passageiros no cais da estação Quinta das Conchas, tendo sido isolada a porta, tendo o comboio seguido em circulação de serviço para o término do Rato, tendo, posteriormente, transitado para a oficina.

O Metropolitano de Lisboa informa ter aberto, de imediato, um inquérito para apuramento das causas que estiveram na origem desta ocorrência."

Exclusivos