Ligação fluvial entre Barreiro e Lisboa com "atrasos ou supressões"

A empresa Soflusa, responsável pelas ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, anunciou esta segunda-feira que, devido a um "incidente inesperado" com uma embarcação, as carreiras entre as duas margens podem sofrer "atrasos ou supressões".

"Ocorreu ao final da tarde de hoje [segunda-feira] um incidente inesperado que envolveu o catamarã Antero de Quental, que estamos a avaliar", disse à agência Lusa fonte oficial da empresa, explicando que a embarcação deixou de funcionar.

Segundo a mesma fonte, com menos um navio a operar, a ligação fluvial entre o Barreiro e Lisboa pode sofrer atrasos ou supressões de carreiras, uma vez que vão estar a trabalhar cinco em vez dos habituais seis navios.

"Já foram registados esses constrangimentos, mas eles são mais sentidos nas horas de ponta. Esta situação irá manter-se na hora de ponta da manhã de terça-feira", acrescentou.

A Soflusa garante que tomou "de imediato" todas as medidas necessárias para "repor a normalidade da operação tão breve quanto possível".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG