Sabe quais são os cinco jardins mais populares de Lisboa?

Sossego, biodiversidade e parque infantil. Estes são alguns dos trunfos dos jardins mais procurados de Lisboa. E estarem ao pé de casa ou do trabalho.

Os Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian são os mais procurados em Lisboa por quem quer gozar um pouco de sossego na cidade.

Este espaço verde, da autoria dos arquitetos paisagistas António Facco Viana Barreto e Gonçalo Ribeiro Telles, lidera a lista dos cinco jardins mais populares da capital de acordo com um inquérito efetuado pelo Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e que a Câmara de Lisboa divulgou no seu site.

Os outros quatro espaços eleitos por quem respondeu ao inquérito foram, por ordem decrescente: Jardins do Campo Grande; Jardim da Estrela (Jardim Guerra Junqueiro); Parque Eduardo VII de Inglaterra e Parque Florestal de Monsanto.

Entre as razões apresentadas pelas mais de duas mil pessoas inquiridas para justificar as suas escolhas estão o facto de estes jardins estarem próximo de casa ou do trabalho, terem tranquilidade, sossego e possibilitarem o contacto com a natureza, pela biodiversidade e beleza que possuem e por terem parque infantil.

Responderam ao inquérito, inserido no projeto europeu Green Surge e no Plano de Ação Local para a Biodiversidade em Lisboamais de duas mil pessoas, na sua maioria com idades entre os 25 e os 44 anos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.