BE questiona Salgado sobre edifício junto ao miradouro da Senhora do Monte

Em causa está a possível construção de um edifício que poderá tapar a vista sobre a cidade.

O Bloco de Esquerda questionou o vereador do Planeamento, Urbanismo, Património e Obras Municipais da Câmara Municipal de Lisboa, Manuel Salgado, sobre a construção de um edifício de habitação que poderá obstruir a vista a partir do miradouro da Senhora do Monte, na freguesia de São Vicente.

De acordo com o requerimento entregue pelo Bloco, o gabinete de Manuel Salgado aprovou, em novembro do ano passado, ​​​​um Pedido de Informação Prévia (PIP) "para um prédio de habitação" junto ao miradouro da Senhora do Monte - "prolongando-se até às escadinhas do miradouro e confrontando com a Rua Damasceno Monteiro", e que poderá pôr em causa a vista sobre a cidade e o rio.

O BE considera também que a autarquia é responsável pela "salvaguarda do interesse público e cultural, ouvindo os munícipes e moradores da freguesia [de São Vicente]" e que é "inadmissível que, mais uma vez, o interesse particular de um proprietário lese os direitos" dos cidadãos.

O Bloco pede, por isso, que o gabinete do vereador do Planeamento, Urbanismo, Património e Obras Municipais indique "qual o conteúdo, na íntegra, do parecer prévio emitido pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC)" em relação ao edificado e se já deu entrada "algum pedido de licenciamento".

Também é questionado se a construção do "prédio não deveria ter sido discutida em reunião" do executivo liderado por Fernando Medina (PS), "dada a importância para a cidade do Miradouro da Senhora do Monte" e se Manuel Salgado "pretende levar a reunião deste órgão a decisão sobre o licenciamento" do edificado.

O DN tentou contactar sem sucesso a presidente da Junta de Freguesia de São Vicente, Natalina Moura (PS).

Ler mais

Exclusivos