Esquadra da PSP na Bela Vista atacada com "cocktails molotov". Carros incendiados em Odivelas

Cinco detidos esta noite por suspeitas de terem incendiado com "cocktails molotov" duas viaturas em Odivelas e outras duas em Póvoa de Santo Adrião. Esquadra da Bela Vista também atacada

Segundo a PSP, a esquadra da Bela Vista, em Setúbal, também foi atingida por três daqueles engenhos incendiários. Registaram-se danos na esquadra e numa viatura civil.

Os responsáveis não foram detidos e a PSP está a investigar ambas as ocorrências.

Na segunda-feira quatro pessoas foram detidas após o lançamento de pedras contra a PSP, numa manifestação em Lisboa de protesto contra atos de suposta violência policial ocorridos domingo no Bairro da Jamaica, no Seixal.

Num comunicado emitido esta manhã às 7.50, a direção nacional da PSP diz que os incêndios das viaturas de Odivelas e da Póvoa de Santo Adrião ocorreram ontem pelas 21.40, "com recurso a cocktails molotov".

"Posteriormente, foram incendiados e destruídos onze caixotes do lixo e danificadas, nesta sequência, cinco viaturas, na zona circundante ao Bairro da Cidade Nova, também com a utilização de cocktails molotov", lê-se ainda no comunicado.

"No seguimento destes factos, a PSP desenvolveu diligências e investigações que permitiram intercetar quatro suspeitos, tendo sido detido um indivíduo do sexo masculino, de 18 anos de idade, depois de reconhecimento por testemunhas como um dos autores do lançamento dos engenhos incendiários."

Ainda de acordo com a polícia, mais tarde, pelas 3.15, na Bela Vista, Setúbal, foram lançados três cocktails molotov contra a esquadra da PSP. Mas "nada indiciando, até ao momento, que [estas ocorrências] estejam associados à manifestação ocorrida ontem no Terreiro do Paço".

A polícia garante no comunicado que "o clima de segurança foi restabelecido nas zonas acima mencionadas, reforçado o dispositivo policial nos locais, garantindo a tranquilidade e normalidade a todos os residentes".