China Three Gorges oferece bolsa para alunos portugueses

A vivência de novas experiências e a aprendizagem de novos conhecimentos aumentam de dimensão quando acontecem em locais que nos tiram da zona de conforto.

Estudar no estrangeiro é uma oportunidade pela qual todos os estudantes do ensino superior deveriam passar. Aprender sobre novas culturas, novos hábitos, novos sabores, novas sociedades... Ou seja, abrir horizontes e o próprio espírito. Passar por experiências únicas e que ficam para a vida, principalmente se este intercâmbio for feito em países com tradições e culturas totalmente distintas das suas.

Países como a Rússia, Índia ou China tornam a experiência de intercâmbio mais enriquecedora, visto que estes países, para além de possuírem culturas totalmente díspares das europeias, e que nos fazem sair da zona de conforto, constituem o futuro do desenvolvimento mundial.

Assim, de forma a incentivar e contribuir para o conhecimento mútuo dos jovens dos dois países e para o intercâmbio nas áreas de educação, cultura e ciência, a China Three Gorges criou em 2016, a Bolsa CTG em Portugal.

Esta empresa chinesa, responsável pela construção e operação do Projeto Three Gorges (Três Gargantas), que é a maior barragem do mundo (com capacidade instalada de 22 GW), tem desenvolvido várias atividades ao longo dos anos, tornando-se no maior grupo de energia limpa da China e na maior produtora hídrica do mundo. Em Portugal, esta grande empresa ganhou, no final de 2011, o concurso internacional e tornou-se na maior acionista da EDP, estabelecendo uma parceria estratégica e complementar com ganhos mútuos.

Destinada a financiar os alunos universitários portugueses a irem à China tirar cursos de mestrado nas áreas de Língua e Cultura Chinesas, Arte, História, Arqueologia, Economia, Gestão, Engenharia e Arquitetura, esta Bolsa CTG tem protocolos assinados com as Universidades de Lisboa, Coimbra, Porto, Aveiro, Algarve e Minho, com a Universidade Nova de Lisboa e com a Universidade Católica Portuguesa.

A candidatura para o presente ano (2019/20), que está aberta a qualquer aluno graduado destas universidades, está a decorrer desde dia 5 de março até dia 30 de abril. E a cada candidato selecionado é atribuído um valor total de 25.000€, divididos em prestações mensais válidas por 24 meses.

Assim, esta Bolsa CTG, a qual já foi atribuída a 11 alunos portugueses desde a sua criação, permite que os candidatos vivam novas experiências, num país totalmente diferente do seu, com tradições, culturas e sabores distintos, o que tornará a estadia e os estudos em experiências de uma vida.

Exclusivos