Vídeos de Julião Sarmento e Rui Toscano sobre arquitetura exibidos em Veneza

Vídeos criados pelos artistas Julião Sarmento e Rui Toscano foram selecionados para a exposição coletiva "Shots of Architecture", que inaugura na sexta-feira em Veneza, na Itália, no âmbito da 15ª Bienal de Arquitetura de Veneza.

Os filmes dos criadores portugueses - a par de obras de Marie Maillard, Arash Nassiri, Zachary Formwalt, e Denicolai & Provoost - vão ser projetados no Spazio Ridotto, na Calle del Ridotto, em San Marco, Veneza, a partir das 18.00 locais (17.00 em Lisboa).

Até 23 de outubro, com curadoria de Gregory Lang, a exposição apresenta filmes de artistas contemporâneos, composta quase exclusivamente de "takes", mostrando um interesse em explorar arquitetura pela sua relação histórica e até íntima com o meio ambiente.

"Gostam de examinar, investigar e dar evidência do que é arquitetura. Exploram o que faz sentido, o que muda, e refletem nas questões da relação da arquitetura com o nosso tempo", assinala um texto da organização responsável pelo projeto.

Os trabalhos de vídeo selecionados conduzem o público a experienciar uma nova relação com um terreno de construção, uma nova casa, casas de aldeia, edifícios urbanos modernistas, a megapolis contemporânea, ou o espaço de exposição em si.

Cada filme de artista digitaliza edifícios ou arquitetura com imediatez e simplicidade, através de uma focagem direta da câmara, ou de um 'take' panorâmico.

As obras exibidas são, de Julião Sarmento, Cromlech (2010), criado para o Pavilhão de Portugal da 12ª Biennale de Arquitetura de Veneza 2010; de Rui Toscano, To The Mountain Top (2004); Denicolai & Provoost, Dancing Mice (2016); Zachary Formwalt, Unsupported Transit2 (2011), Marie Maillard, Wall 1609 (2016), e Arash Nassiri, Tehran - Geles (2014).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG