Sgt. Pepper faz 50 anos e a festa começa já amanhã

Reedições, um documentário, um festival em Liverpool, e outros eventos em vários países assinalam o aniversário de "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", dos Beatles.

Os 50 anos do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band dos The Beatles são assinalados com uma reedição da obra, que inclui gravações nunca editadas, e um festival em Liverpool, cidade de origem dos "Fab Four".

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, um dos álbuns mais icónicos da banda de Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Ringo Starr, foi editado a 1 de junho de 1967. A data é assinalada já na sexta-feira com a reedição do disco, que foi novamente misturado pelo produtor Giles Martin e pelo engenheiro de som Sam Okell, incluindo maquetes das primeiras gravações de estúdio, entre elas 34 gravações nunca antes editadas.

Entretanto, na quinta-feira arranca, em Liverpool, o festival Sgt. Pepper at 50 (Sgt. Pepper aos 50, em inglês). A cidade pediu a 13 artistas que criassem obras baseadas nas 13 canções que compõem o disco, desde Lovely Rita a Getting better, passando por Lucy in the sky with diamonds e With a little help from my friends. Os trabalhos, que vão de espetáculos de dança a instalações artísticas e concertos, irão estrear-se em vários locais de Liverpool entre quinta-feira e 16 de junho. Por exemplo, a 1 de junho a cidade acolhe um espetáculo de fogo-de-artifício da responsabilidade do artista pirotécnico francês Christophe Berthonneau. E, ao longo desse dia, a cidade vai celebrar a canção que encerra o disco, A Day in the Life, com realizadores criar um filme que tentará capturar a essência de Liverpool nessas 24 horas - o filme será depois estreado a 16 de Junho na Woolton Picture House. Vai haver também 64 coros de todas as idades e por toda a cidade a cantar a canção When I'm 64.

O 50.º aniversário do disco é ainda assinalado com a estreia, na sexta-feira, nas salas de cinema inglesas, do documentário It Was Fifty Years Ago Today! Sgt Pepper & Beyond.

No filme, o realizador Alan G. Parker conta a história da gravação do disco, usando imagens de arquivo raras bem como entrevistas com figuras como o primeiro baterista dos The Beatles, Pete Best, a irmã de John Lennon, Julia, e o escritor britânico Hunter Davies.

Em Portugal, os 50 anos de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band são comemorados no GNRation, em Braga, a 2 de junho, com um espetáculo comemorativo que conta "com a participação de músicos amadores e com os alunos do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga". Getting better all the time será depois apresentado na Casa da Música, no Porto, em outubro.

Ainda no âmbito das comemorações dos 50 anos do disco dos 'Fab Four', o GNRation recebe a 1 de junho o espetáculo infantil Beatle-Battle e a 3 de junho uma tertúlia/sessão de escuta de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, com o vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal, no painel de convidados.

Na segunda metade da década de 1960, os The Beatles estavam cansados de andar em digressão, tendo deixado os palcos em agosto de 1966 para se dedicarem ao trabalho em estúdio. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band foi gravado nos estúdios Abbey Road, em Londres, ao longo de cinco meses. Juntando inovação tecnológica e várias influências musicais, o disco atingiu o primeiro lugar dos 'tops' de vendas no Reino Unido e nos Estados Unidos e foi imediatamente nomeado um marco do rock and roll.