Animal Collective trazem a dança da chuva ao Porto

Foi o último concerto do dia no palco principal do festival. Para um ritual onde todos se esqueceram da chuva, do vento e do frio

Ainda ao lado o concerto dos Parquet Tours não tinha acabado - no palco secundário - e já em frente do palco principal uma pequena multidão se começava a juntar, como se adivinhasse o que aí vinha.

Depois de um dia pouco mais que morno musicalmente e muito frio em termos de clima, fazia falta algo assim, como o espetáculo que os norte-americanos Animal Collective deram no NOS Primavera Sound - no primeiro dia do festival, no Porto.

Muito mais que um mero concerto, a banda de Avey Tare, Panda Bear, Deakin e Geologist apresentou no Parque da Cidade um manifesto de liberdade sob a forma de performance musical, numa total descontração da pop como a conhecemos.

Tudo aliás cabe na música deste quarteto: do reggae ao rock, do hip-hop ao kraut, sem que nada soe a isso mesmo. Ou melhor, com tudo isso a soar a algo novo. E por longos momentos todos se esqueceram da chuva, do vento e do frio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG