Pedro Mexia, Mega Ferreira e Ruben de Carvalho no conselho diretivo do CCB

Novo conselho diretivo vai trabalhar com o presidente Elísio Summavielle.

António Mega Ferreira, Pedro Mexia e Ruben de Carvalho são três das pessoas nomeadas pelo Governo para o conselho diretivo do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, segundo despacho publicado em Diário da República.

Com Elísio Summavielle na presidência do conselho de administração do CCB, o Governo nomeou um novo conselho diretivo, para um mandato de três anos não remunerado.

O Ministério da Cultura nomeou António Mega Ferreira - que já foi presidente do conselho de administração do CCB -, o escritor e crítico literário Pedro Mexia, Ruben de Carvalho, jornalista e membro do Comité Central do PCP, Maria Celeste Hagatong, administradora do BPI, e o professor catedrático Emanuel Maranha das Neves.

A eles junta-se Jorge Manuel Henriques dos Santos, da EDP Renováveis, nomeado pelo ministério das Finanças. A nova composição do Conselho Diretivo já está no site do CCB.

De acordo com os estatutos do CCB "o Conselho Diretivo é composto por sete membros, dos quais cinco vogais designados pelo titular da pasta da Cultura e um pelo Ministro das Finanças, por um período de três anos." Compete-lhe, entre outras coisas, discutir e aprovar o plano de atividades do CCB e as políticas gerais de funcionamento da Fundação Centro Cultural de Belém.

Elísio Summavielle lidera o conselho de administração do CCB fevereiro passado, substituído António Lamas. O conselho de administração integra ainda os vogais Miguel Leal Coelho e Isabel Cordeiro.

Exclusivos