"Uma piada musical" e outros divertimentos na Casa da Música

"Humor na Música" é um dos ciclos em destaque neste último trimestre na Casa da Música, no Porto, que apresentou hoje a sua programação completa até ao final do ano.

É com os "Concerto dos Aliados", hoje e amanha, na avenida dos Aliados, no Porto, que a Casa da Música marca o início deste último trimestre de programação: esta noite, pelas 22.00, o reencontro dos Mão Morta com Remix Ensemble apresentando temas do grupo de Braga com arranjos de Temo Marques, e, amanhã, à mesma hora, a Orquestra Sinfónica do Porto com direção de Baldur Brönnimann e um programa variado onde se incluem Gershwin, Joly Braga Santos, Grieg, Mascagni e mais.

Depois, vêm as novidades. Em setembro, destaca-se o ciclo temático "Humor na Música" que tem como ponto de partida o tema Uma piada musical, de Mozart, que merece duas interpretações estilisticamente diferentes a cargo da Orquestra Sinfónica e da Orquestra Barroca. Uma peça de Luís Tinoco criada a partir de textos de spam eletrónico, uma sinfonia de Brecht em que o maestro e os músicos não se podem dar ao luxo de falhar uma única viragem de página, um divertimento que supostamente ficou inacabado, uma cena carnavalesca digna do melhor desfile musical e a peça que Mauricio Kagel escreveu para celebrar os seus 50 anos com uma boa disposição inqualificável, são algumas das peças que podemos encontrar nesta série de quatro concertos.

Para celebrar o Dia Mundial da Música (1 de outubro), a Casa da Música programou várias intervenções na cidade, entre as quais a apresentação de War Requiem, de Benjamin Britten, na Sala Suggia, às 18.00, concerto em que se estreia o Coro Infantil Casa da Música.

Em outubro, o destaque vai para o festival "Outono em Jazz", que traz nomes como nomes como Egberto Gismonti & Maria João, Dianne Reeves, Marcelo D2, Marc Ribot & The Young Philadelphians, Anat Cohen Duo ou Peter Evans Septet.

A 10 e a 14 de outubro, o compositor e maestro Ryan Wigglesworth, Artista em Associação da Casa da Música, dirige o Remix Ensemble e a Orquestra Sinfónica do Porto, em concertos com obras de sua autoria e dos britânicos Benjamin Britten, Sir Harrison Birtwistle, Oliver Knussen, Julien Anderson e George Benjamin.

A abrir o ciclo "À Volta do Barroco", a 4 de novembro, o Requiem, de Mozart, num concerto que reúne a Sinfónica e o Coro da Casa da Música sob direção de Leopold Hager. No texto de apresentação da temporada, António Jorge Pacheco, diretor artístico e de educação, explica que "uma das originalidades da Casa da Música tem sido a alternância de diferentes agrupamentos no mesmo concerto, proporcionando ao nosso público uma experiencia estimulante e um novo olhar sobre o devir dos estilos musicais e as suas especificidades interpretativas". Assim, desta vez, propõe-se "um criativo confronto em palco entre a Orquestra Barroca e o Remix Ensemble, cada um demonstrando uma apurada especialização no seu repertório natural, neste caso o melhor da música barroca e da música contemporânea Britânica."

Em novembro, também, assinala-se o regresso de Pascal Dusapin, para a estreia portuguesa (no dia 18, às 18.00) do seu Concerto para Violoncelo, em resposta a uma encomenda conjunta da Casa da Música, da Chicago Symphony Orchestra e da Ópera de Paris, entre outros parceiros internacionais. E também de Magnus Lindberg estreia em Portugal da sua nova obra para orquestra, que teve honras de estreia mundial nos Proms 2016, integrada no concerto de homenagem a Júlio Resende (2 de dezembro, 18.00).

Finalmente, em dezembro, destaque para o último concerto do "Ciclo de Piano" por Seong-Jin Cho, o vencedor do Concurso Chopin 2015 (7 de dezembro, 21.00), e para os derradeiros momentos do "Ciclo de Grandes Concertos para Violino" e da Integral das Sinfonias de Brahms, com a Sinfónica a acompanhar Tasmin Little, uma intérprete de referência do Concerto de Benjamin Britten, sob a direção de Baldur Brönnimann (15 de dezembro, 21.00).

Isto, claro, a par da "Música para o Natal", com a Banda Sinfónica Portuguesa, a Orquestra Sinfónica Casa da Música (22 de dezembro, 21.00) e a combinação da Orquestra Barroca e o Coro Casa da Música que apresentam The King Shall Rejoice e excertos do Messias de Handel (23 de dezembro, 18.00).

Consulte a programação completa no site da Casa da Música.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG