Onde está a pirâmide do Louvre?

Até 27 de junho, a pirâmide de vidro de Io Ming Pei está camuflada com uma enorme fotografia a preto e branco que reproduz parte da fachada do museu do Louvre

A pirâmide do arquiteto chinês Io Ming Pei, no Museu do Louvre, em Paris, foi absorvida por uma instalação de JR, um artista francês que tem dado que falar na street art. A pirâmide parece ter desaparecido, camuflada com uma enorme fotografia a preto e branco que reproduz parte da fachada do museu.

"Apagando a Pirâmide do Louvre, estou a destacar a forma como Pei tornou o Louvre relevante para o seu tempo, ao trazer o Louvre de volta ao seu estado original. A pirâmide é um dos monumentos franceses mais fotografados", diz o autor, que prefere trabalhar a preto e branco. E não é por acaso. "É como um antídoto para os anúncios numa época de sobrecarga de alta-definição", diz.

Há uma década que o artista se dedica a fazer do espaço público a sua galeria de arte, um pouco por todo o mundo. Agora dá que falar no mais famoso museu francês.

O projeto para o museu do Louvre - JR au Louvre - inclui ainda uma série de conferências com artistas, jornalistas e críticos que vão explorar a obra do artista sob vários ângulos. "As pessoas fazem-me muitas perguntas. Mas [responder] não é o meu papel como artista: arte é questionar o mundo."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG