Obras da coleção da Academia Nacional de Belas Artes expostas em Cascais

Obras da coleção da Academia Nacional de Belas Artes, entre elas um raro desenho do artista Santa-Rita Pintor (1889-1918), vão estar expostas a partir de sexta-feira no Centro Cultural de Cascais.

De acordo com a autarquia, trata-se de uma seleção de pintura e escultura dos períodos moderno e contemporâneo, do início do século XX até ao presente, da coleção daquela entidade.

Intitulada "Belas Artes da Academia -- Uma Coleção Desconhecida", a exposição é inaugurada na sexta-feira, às 21.30 naquele espaço cultural de Cascais.

Além do desenho de Santa-Rita Pintor (1889-1918), vão estar expostos um retrato a óleo do médico e historiador de arte Reynaldo dos Santos, da autoria do pintor Eduardo Malta.

Entre outros artistas representados estarão, no retrato e na pintura de paisagem, Manuel Cargaleiro, Carlos Reis, Graça Morais, Dórdio Gomes e Norberto José Ribeiro.

Na escultura, vão ser exibidos trabalhos de José de Guimarães, Lagoa Henriques, José Aurélio e Clara Menéres, entre outros.

A exposição, patente até 25 de março, realiza-se no âmbito da programação do Bairro dos Museus, e surge de uma colaboração entre a Câmara Municipal de Cascais, a Fundação Dom Luís I e a Academia Nacional de Belas Artes.

A Academia foi criada a 25 de outubro de 1836 por decreto da rainha D. Maria II, com o objetivo inicial de dar formação a novos artistas, identificar, classificar, inventariar, conservar e restaurar as obras artísticas, com o intuito de promover o desenvolvimento das belas artes e dos estudos arquitetónicos no país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG