O Halloween americano é cada vez mais português

Aos poucos, Portugal (e, em particular, Lisboa) começa a celebrar o Dia das Bruxas. Muitas festas animarão a próxima madrugada

Nos últimos anos, a oferta na noite de Halloween foi crescendo e, com ela, o hábito de sair à rua na madrugada de 31 de Outubro para 1 de Novembro. Nunca como hoje Lisboa pareceu tão agitada e com tantas festas.

A maior está marcada para a nova Sala Mirandela da LX Factory, com o regresso de um colectivo responsável, pelo menos, por dois dos maiores clássicos do techno da primeira metade da década de 90. Fala-se de Rythm Is a Dancer e do rastilho de pistas que ainda hoje é Power. Banda responsável: Snap. A vinda dos alemães enquadra-se no revivalismo que o som da época goza hoje no circuito de clubbing. A festa foi baptizada de I've Got the Power, a organização promete juntar o melhor dos eventos Lets Control the 80s e That 90s Show com decoração a condizer. Ontem, já não havia bilhetes na Ticketline, pelo que o melhor é tentar à porta. O preço é de 20 euros com direito a uma bebida. A entrada em cena dos Snap está marcada para as 02.30.

Ao lado, no Faktory realiza-se a 13.ª Therapy Session da Kalimodjo com DJ portugueses, do Leste e um americano. Ainda na cena nocturna, o Lux propõe uma noite temática em que são recomendadas máscaras ligadas ao universo do terror. De Santa Apolónia para o Cais do Sodré, o Europa recebe a residência mensal da agência Rooster, o que equivale a dizer que irão actuar três duplas de DJ: Bandido$, Zombies for Money e Double Damage. Em Santos, o Mini Mercado convida o DJ e produtor Rockets e os Low Riders.

Recuando um pouco nos ponteiros, há os Moonspell no Cinema São Jorge - a segunda noite da apresentação nacional da digressão acústica Sombra - e os Irmãos Catita no Maxime.

A refeição completa com música ao vivo e DJ é assegurada pelo Santiago Alquimista com um concerto dos M.A.U. e animação posterior de pista da responsabilidade de Sofia M. e de Fernando Alvim. A maquilhagem é gratuita e o cartaz inclui uma exposição fotográfica e curtas-metragens portuguesas de terror.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG