O filme da Disney em que morreram cinco cães

Os protagonistas do filme falam, riem e vivem uma grande aventura no Alasca. Mas a rodagem do filme teve muitas complicações

"Snow Buddies - Aventuras na Neve" é o sétimo episódio de uma saga cinematográfica da Disney cujos heróis são uns cães muito bonitos que falam, riem e participam numa corrida de trenó memorável. Já tem uns anitos - é de 2008 -, está disponível em DVD, nunca chegou ao cinema e filmar esta história foi uma grande complicação, com vários problemas no que diz respeito aos direitos dos animais. Basta dizer que cinco cães morreram durante a rodagem e muitos outros estiveram doentes.

Antes do arranque das filmagens, no início de 2007, a produtora Keystone encomendou 25 golden retriever aos criadores Alex e Suzana Schock, em White Lake, no estado de Nova Iorque, os quais viajaram de avião de Nova Iorque para uma cidade perto de Seattle, Washington, onde decorreriam as filmagens. Só que, conta a Complex, quando um representante da American Humane chegou para averiguar as condições em que os animais estavam, percebeu que algo estava mal.

No primeiro dia de filmagens, 15 dos 30 cães que seriam usados no filme - outros cinco tinham sido adquiridos no Canadá) estavam doentes há já cerca de duas semanas e estavam a ser acompanhados por veterinários locais. Tinham giárdia e coccidia, doenças intestinais provocadas por parasitas e que são frequentes em animais de tenra idade.

Como se isso não bastasse, percebeu-se, conta a mesma fonte, que na região abaixo de Vancouver havia um surto de parvovirose, uma gastroenterite viral que também afetou os cães do filme.

Três animais tiveram de ser sacrificados e dois outros cães não resistiram às complicações intestinais e morreram.

De acordo com a mesma fonte, a produção cometeu vários erros, entre eles usou animais mais novos do que aquilo que é recomendável - com seis em vez de oito semanas -, tornando-os mais vulneráveis às doenças.

Os primeiros animais acabaram por ser substituídos por 28 novos golden retriever, os quais também foram contagiados com parvovirose canina. Só aí é que as filmagens foram interrompidas e os animais colocados em quarentena. A American Humane deu, finalmente, autorização para que o filme começasse a ser rodado.

No entanto, em março desse ano (2007), a PETA escreveu ao CEO da Disney, Bob Iger, a exigir que a distribuição do filme fosse cancelada devido às notícias de mortes de animais. O organismo acusava a empresa cinematográfica de não dar resposta às cartas anteriores e acusava a produtora Keystone de ter fornecido informação falsa acerca da idade dos cães.

Também os criadores foram acusados nesta história, tendo a produtora e American Humane considerado que haviam falsificado os documentos dos animais. Algo que os Schock desmentiram, tendo inclusivamente avançado com um processo judicial contra a Keystone, alegando os prejuízos financeiros decorrentes do caso e o facto de os animais ainda não lhe terem sido pagos.

A Animal Humane considerou que o tratamento dos animais foi "inaceitável" e nem permitiu a tradicional frase "nenhum animal foi maltratado no decorrer das filmagens". Em fevereiro de 2008, Snow Buddies - Aventuras na Neve foi lançado em DVD, tendo feito cerca de 50 milhões de dólares. Depois disso, já foram produzidos outros cinco episódios da saga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG