Morre aos 90 anos George Martin, o "quinto Beatle"

Tinha 90 anos e foi o responsável pelo sucesso mundial da banda de Liverpool

O produtor musical britânico George Martin, que transformou os Beatles em estrelas mundiais, morreu aos 90 anos, disse hoje o baterista da banda Ringo Starr.

"Deus abençoe George Martin. Paz e amor para Judy [a sua mulher] e para a sua família (...). Vamos sentir a falta de George", escreveu o músico na rede social Twitter.

Depois de ter juntado John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, o produtor musical da banda ficou conhecido como o "quinto Beatle".

Martin produziu mais de 700 álbuns musicais; enquanto líder da editora Parlophone, ajudou os Beatles a tornarem-se num sucesso a nível global, depois de ter ouvido uma 'demo' da banda em 1962. A BBC recorda que, muitas vezes, Lennon e McCartney confiavam-lhe os arranjos musicais dos temas dos Beatles, como aconteceu com o célebre Yesterday. Em Misery, Martin é o responsável pelo solo de piano.

Quando a banda se separou, o "quinto Beatle", como ficou conhecido, trabalhou em bandas sonoras de filmes e com artistas mundialmente conhecidos, de Sting ao tenor Jose Carreras ou Celine Dion.

Em 1997, produziu o a reinterpretação de Elton John do tema Candle in The Wind, dedicado à princesa Diana, e que se tornou no single mais rentável de sempre. Martin começou a sua carreira na música clássica, a tocar oboé, mas conforme veio a dizer mais tarde, nunca se arrependeu de ter passado para o lado mais "comercial" do panorama musical, apesar da formação clássica. "O rock and roll tem a mesma função que a música clássica", chegou a dizer. "Produzir sons que sejam apelativos a uma massa de pessoas e que tenham algum valor".

Ao longo da sua vida, Martin venceu vários prémios Grammy e um Óscar da Academia pela banda sonora do filme dos Beatles, A Hard Day's Night. Nascido a 3 de janeiro de 1926, foi distinguido pela rainha de Inglaterra, sendo-lhe atribuído o título de Cavaleiro do Império Britânico, e em 1999 entrou no Rock and Roll Hall of Fame.

Ringo Starr, que anunciou a morte de Martin no Twitter, partilhou ainda uma imagem na rede social, dos quatro de Liverpool acompanhados pelo lendário produtor.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG