Miguel Torga integrou a lista de candidatos ao Nobel

O escritor português integrou em 1965 a lista de autores propostos para o Prémio Nobel da Literatura, segundo a acta divulgada pela Academia Sueca

Os nomes propostos ao Nobel da Literatura são mantidos habitualmente em segredo durante 50 anos. Esta semana, a Academia Sueca tornou pública a lista de escritores candidatos de 1965 e nela figura o nome de Miguel Torga, embora o galardão tenha sido atribuído a Mikhail Sholokov.

De acordo com os arquivos da Academia - que permitem pesquisas apenas até 1963 - o nome de Miguel Torga foi proposto por cinco vezes entre 1959 e 1962. Sabe-se agora que também integrou a lista de 1965, sob proposta do professor Goran Hammarstrom, da universidade de Upsala.

Da biografia de Miguel Torga consta que em 1978 foi feita nova proposta de atribuição do Nobel por ocasião dos 50 anos de carreira literária do autor.

Miguel Torga, pseudónimo do escritor e médico Adolfo Correio da Rocha, é considerado um dos nomes maiores da literatura portuguesa, autor de obras como "Cântido do Homem" (poesia) e "A criação do mundo" (prosa).

O escritor morreu aos 87 anos em 1995, três anos antes de José Saramago ter sido distinguido com o Prémio Nobel da Literatura, o único nome das letras portuguesas a receber o galardão.

Da acta de candidatos ao Nobel da Literatura de 1965 fizeram parte escritores como Jorge Luis Borges, Marguerite Yourcenar, W. H. Auden, Vladimir Nabokov, Alberto Moravia e W. Somerset Maugham, que nunca venceram o prémio, assim como Samuel Beckett, premiado em 1969, e Pablo Neruda, que recebeu em 1971.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG