Mercado online cresce 15% atingindo os 3,4 mil milhões de euros

Segundo a 5.ª edição do estudo "O Mercado Online de Arte", realizado pela seguradora Hiscox, as vendas online representaram, em 2016, 8,4% do mercado global de arte, um crescimento de 1% face ao ano anterior.

O mercado online de arte atingiu em 2016 um volume de vendas de 3,4 mil milhões de euros, de acordo com o estudo "O Mercado Online de Arte",realizado pelo quinto ano consecutivo pela Hiscox, seguradora especializada em seguros de obras de arte exposições, museus, galerias e coleções particulares. Este valor representa um crescimento de 15% face a 2015 e significa uma quota de 8,4% do total do mercado de arte.

O estudo sublinha a importância destes valores, que considera "muito positivos tendo em conta que, de acordo com a TEFAF - The European Fine Art Fair, o mercado de arte em 2016 cresceu em média 1,7%."

Esta tendência reflete "uma mudança significativa na estratégia de vendas online das empresas mais tradicionais", refere ainda o documento. "Sotheby's, Christie's e Heritage Auction registaram mais de 720 milhões de dólares [660 milhões de euros] em vendas online, o que representa 19% do mercado online de arte. No caso concreto da Christie's, a leiloeira mais antiga do mundo, as vendas aumentaram 84% nestes canais. A Heritage Auction, uma das empresas que mais aposta nestes novos canais, confirmou que 41% das vendas já são feitas online, totalizando 348,5 milhões de dólares [319,4 milhões de euros], um aumento de 1,3% face a 2015", destaca o estudo.

De acordo com Gonçalo Baptista, diretor geral da Innovarisk, representante da Hiscox em Portugal, segundo o estudo da Hiscox tudo aponta para que, seguindo a tendência de subida registada nos últimos cinco anos, os resultados deste mercado poderão ultrapassar os 9 mil milhões de dólares [8,2 mil milhões de euros] em 2021. Há algum tempo que se observa uma consolidação do mercado online de arte, embora ainda não tinha acontecido a uma escala significativa. No entanto esta transformação vai acontecer, como indicam 71% das plataformas online de arte entrevistadas para o estudo da Hiscox."

De destacar ainda que 79% dos compradores de arte online gastaram menos de cinco mil dólares por obra de arte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG