Óscares em direto: Desta vez sem gafes, a "A Forma da Água" é o Filme do Ano

Kimmel foi o anfitrião de uma noite de luxo e arte, onde não faltaram referências aos movimentos feministas

A fasquia estava alta para a 90ª edição dos Óscares da Academia, no Dolby Theatre, em Hollywood, e acabou por ser um dos anos com uma corrida mais renhida para Melhor Filme.

A Forma da Água, de Guillermo del Toro, era apontado como o claro favorito há uns meses, mas esse estado de graça foi desaparecendo, para voltar apenas no momento final, num filme que vence sem ganhar em nenhuma categoria de representação.

Além da parada de estrelas e da consagração do que de melhor se fez no cinema no último ano, foi também visível o impacto dos movimentos que têm abalado a indústria: Time's Up e Me Too, movimentos que pedem o fim do abuso de poder particularmente em torno das mulheres, e também se esperam referências à administração Trump.

Recorde a noite de prémios:

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".