Filmes de Almodóvar, Xavier Dolan e Kléber Mendonça competem em Cannes

Esta será a 69.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes. A abrir o festival estará o filme de Woody Allen, "Café Society."

Os mais recentes filmes de Pedro Almodóvar, Paul Verhoeven, Xavier Dolan e Jim Jarmusch integram em maio o Festival Internacional de Cinema de Cannes, cuja competição contará também com Aquarius, do realizador brasileiro Kléber Mendonça Filho.

O 69º festival francês decorrerá de 11 a 22 de maio, com a organização a revelar hoje a programação oficial, em particular os filmes da competição pela Palma de Ouro e as obras selecionadas fora de competição e para sessões especiais.

Aquarius, de Kléber Mendonça Filho, com Sónia Braga no papel de uma escritora que tem capacidade de viajar no tempo, integra a competição oficial, ao lado de vários regressos a Cannes, nomeadamente Pedro Almodóvar, com Julieta, Olivier Assayas, com Personal shopper, e o premiado Xavier Dolan, com Juste la fin de monde.

O realizador holandês Paul Verhoeven, que estará em destaque este ano no IndieLisboa, terá na competição em Cannes o filme Elle.

Nicolas Winding Refn, que venceu em Cannes o prémio de melhor realizador em 2011, regressa com The neon demon. Toni Erdmann, de Maren Ade, La fille inconnue, dos irmãos Dardenne, I, Daniel Blake, de Ken Loach, Ma'Rosa, de Brillante Mendoza, e The last face, de Sean Penn, também estarão em competição.

Destaque ainda para o realizador norte-americano Jim Jarmusch com presença dupla em Cannes. Na competição com Paterson, protagonizado por Adam Driver e que será distribuído pela Amazon, e fora dela com Gimme Danger, um documentário sobre os Stooges, de Iggy Pop.

Fora de competição, sobressaem BFG, de Steven Spielberg, uma adaptação de um livro para crianças de Roald Dahl, Money Monster, um thriller realizado por Jodie Foster, com George Clooney e Julia Roberts, e The last days of Louis XIV, do realizador espanhol Albert Serra, com Jean-Pierre Léaud e cuja rodagem passou por Portugal.

A abertura do festival de Cannes ficará por conta de Café Society, de Woody Allen. Pela primeira vez, o encerramento do festival de Cannes será com o filme vencedor da Palma de Ouro.

O júri será presidido pelo realizador australiano George Miller.

Na competição de curtas-metragens está presente o filme brasileiro A moça que dançou com o diabo, do realizador João Paulo Miranda Maria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG