Diário de Salvador Dalí vai estar à venda

Leilão em Paris com cartas, fotografias e outros objetos de artistas do surrealismo.

As páginas estão repletas de figuras contorcidas, mulheres nuas em cavalos a galope e números, muitos números, colunas e colunas de cálculos. O diário do artista surrealista Salvador Dalí (1904-1989) vai ser vendido em leilão na próxima semana pela Sotheby's de Paris, e poderá atingir os 50 mil euros.

O diário de Dalí é um dos quase 500 lotes no leilão, que inclui ainda 20 cartas e desenhos de Picasso, um deles no verso do menu de um restaurante, e ainda postais ilustrados, fotografias e poemas e de André Breton, René Magritte, Joan Miró, Max Ernest, Roland Penrose e muitos outros. As cartas trocadas pelos artistas permitem perceber a amizade que existia entre muitos deles. Entre os objetos mais curiosos, um postal de férias de Picasso para o poeta Paul Éluard, assinado por um grupo de amigos, entre os quais a sua amante, Dora Maar. No postal. Picasso escreveu: "Ici on aime ses amis! (aqui gostamos dos nossos amigos).

A coleção "Bibliothèque R. & B.L. Dada-Surréalisme" deverá atingir, no total, os 4 milhões de euros, quando for leiloada na próxima terça-feira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG