Conheça aquele que poderá ser o arranha-céus mais alto do mundo

Vai custar quase mil milhões de dólares e pretende ultrapassar o Burj Khalifa, que também está no Dubai. Mas há mais edifícios na lista dos potenciais arranha-céus mais altos do mundo

O responsável pelo atual edifício mais alto do mundo, Burj Khalifa, no Dubai, quer subir de novo a fasquia, e de novo naquele emirado árabe: um arranha-céus ainda mais alto, adornado com varandas rotativas num cenário que pretende evocar os Jardins Suspensos da Babilónia.

Mohamed Alabbar, que dirige o conselho de administração da Emmar Properties, empresa do Dubai responsável pelo projeto, afirma que a torre custará cerca de mil milhões de dólares (quase 900 milhões de euros), segundo o jornal Guardian.

Alabbar adiantou que a sua empresa gostaria de oferecer o edifício à cidade antes de 2020, ano em que o Dubai recebe a feira de comércio justo World Expo. A torre - cuja altura ainda não é conhecida - foi projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava Valls, que assinou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e a estação do Oriente, em Lisboa.

O edifício, cuja forma evoca um minarete, terá entre 18 e 20 andares, que receberão restaurantes e um hotel, revelou Alabbar.

Atualmente, o edifício mais alto do mundo também é do Dubai. O Burj Khalifa inaugurou em 2010, mede 828 metros e custou 1500 milhões de dólares (1320 milhões de euros).

A competir com esta torre está a saudita Jeddah Tower, que está em construção e tem data prevista de conclusão para 2020 e terá mil metros, um quilómetro. Assinada pelos arquitetos Adrian Smith e Gordon Gill, que também projetaram o Burj Khalifa, está localizada em Jidá, oeste de Meca.

Também na corrida - e à frente - para o edifício mais alto do mundo está The Bride, um arranha-céus de 230 andares com 1152 metros de altura. Este será uma cidade vertical absolutamente autossustentável.

Projetado pelo escritório AMBS Architects - fundado pelo iraquiano Ali Mousawi, a quem depois se juntaram Amir Mousawi e Marcos De Andres -, o arranha-céus está localizado em Basorá, sul do Iraque, e o nome do edifício (A Noiva, em português) vem precisamente da cidade onde se encontra (uma das três maiores do Iraque), outrora em guerra, hoje próspera e designada por "Noiva do Golfo".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG