Monstra estreia o último filme de Hayao Miyazaki

"Asas do Vento" é uma das apostas do festival, no ano em que a Hungria é o país homenageado e estão apenas dois filmes portugueses a concurso. Começa amanhã, em Lisboa

Hayo Miyazaki, realizador japonês de 73 anos, anunciou a reforma em setembro de 2013. A notícia foi recebida num misto de lamento e descrença, aumentando o interesse em torno de "Asas do Vento", aquele que deveria ser o seu último filme. As notícias sobre a sua saída de cena foram, no entanto, claramente exageradas. No final do ano, próximos do autor revelaram que a tentativa para deixar a animação deveria ser, como as anteriores seis, um falso alarme. Já o interesse no filme mantém-se (ou não fosse Miyazaki um nome obrigatório do cinema de animação) e é na edição deste ano da Monstra que terá a sua estreia portuguesa - sábado, 16.30, no cinema São Jorge, em Lisboa. A segunda casa do festival, que começa amanhã, é o cinema City Alvalade (como nos anos anteriores).

O que está mesmo diferente é o número de filmes portugueses na programação. Apenas 13, entre sete trabalhos de estudantes, quatro supershorts - Jealous (By The Brick), The Landscapes, O Outro Lado e Peel - e dois na competição das curtas-metragens (sem contar com Feral, realizado por Daniel Sousa, de origem portuguesa, mas produzido nos EUA).

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG