Quadro de Norman Rockwell atinge valor recorde

Uma obra do popular pintor americano Norman Rockwell, considerada uma das suas mais representativas, atingiu hoje um valor recorde em leilões de trabalhos deste artista plástico que viveu entre 1894 e 1978. Intitulado Saying Grace foi arrematado por 33,9 milhões de euros (46 milhões de dólares).

O quadro foi à praça num leilão da Sotheby's, em Nova Iorque, com mais duas obras daquele que é considerado o pintor que melhor retratou a América profunda, das pequenas cidades e do mundo rural.

Intitulado Saying Grace, o quadro alcançou a soma de 57 milhões de dólares ( 33,9 milhões de euros) enquanto o recorde de uma obra de Rockwell estava nos 15,6 milhões de dólares (11,3 milhões de euros) num leilão de 2006.

A imagem foi capa do Saturday Evening Post, para o qual Rockwell era assíduo colaborador, e data de 1951.

Em 1955 foi considerada a obra mais popular de Rockwell numa sondagem entre os leitores daquela publicação.

Outra obra de Rockwell, The Gossips, foi vendida por 8,45 milhões de dólares (6 milhões de euros); e a terceira, Walking to Church, alcançou a verba de 3,2 milhões de dólares (2,3 milhões de euros).

Os quadros agora leiloados pertenciam até agora aos filhos do diretor de arte do Saturday Evening Post, Kenneth J. Stuart, que os recebeu de prenda do artista.

Na época, Saying Grace foi pago por 3500 dólares, ou 30 500 dólares (22 130 euros) a valores atuais, escreve o New York Times.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG