Mural de Banksy retirado do leilão no último minuto

"Slave Labor", o mural desaparecido há uma semana de uma parede no bairro de Haringey, Londres, foi retirado do leilão que decorria na internet. O FBI tinha começado as investigações e questionava-se quanto à legalidade da transação.

Já valia mais de meio milhão de dólares e estava a ser licitado por três compradores, mas o leilão foi interrompido depois de o FBI mostrar que estava disposto a interromper as negociações caso se provasse que o quadro estava ilegal.

A Fine Art Auctions, empresa responsável pela venda da obra, garantia que tudo estava bem e que tinha a certeza de não estar a fazer nada de ilegal, mas levantou as suspeitas da autoridade quando se recusou a dizer o nome do "dono" da peça.

Não se sabe ainda por que motivo a empresa cancelou a venda, nem o que vai acontecer com o famoso quadro do pintor britânico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG