A guitarra amarela de Prince e um pedaço de cabelo de Bowie

Dezenas de objetos de músicos vão hoje e amanhã a leilão em Beverly Hills, EUA. Muitos estão nas mãos de fãs. E deverão passar para outros.

No teledisco de Cream, em 1991, Prince dança e toca uma vistosa guitarra amarela (lembra-se?). É a mesma que hoje vai a leilão em Beverly Hills., EUA. Estava nas mãos de um fã há um ano. Este comprou-a, também num leilão, da mesma casa que hoje a põe à disposição do mundo (enfim, de uma pequena parte dele) porque a achava "super cool". Agora que o ícone morreu, Richard Leece sabe que o seu valor disparou e acha que é demasiada responsabilidade: "Penso que ter algo tão valioso poderia ser muito arriscado ficar em meu poder."

E está encontrado o objeto para onde todos os olhares convergem hoje e amanhã no leilão Entertainment & Music Memorabilia Signature da leiloeira Heritage - e, note, há mais grandes nomes da música no catálogo. Quanto? A base de licitação de 30 mil dólares (perto de 27 mil euros) - o mesmo valor pelo qual o atual proprietário a comprou. Mas não a tocou - não sabe - só tirou fotos junto a ela, contou ao The Guardian.

"Prince teve esta guitarra amarela e tocou-a entre 1988 e 94 na maioria dos álbuns e vídeos que fez nesse período", explica Greg Holman, perito em Cultura Pop da Heritage Auctions. "Um incrível pedaço da história da música" vai à praça (é possível licitar online) e os argumentos para o tentar comprar são estes: "É como ter o trompete de Louis Armstrong ou o piano de Ray Charles." Está (quase) tudo dito.

A guitarra amarela foi feita para o Prince em 1989. Tem o número de série e o certificado de autenticidade do seu técnico, Zeke Clark. Prince deixou de a tocar quando o braço se partiu durante uma atuação num programa de televisão em França em 1994. Entre as dezenas de objetos deste leilão, há também o disco de platina de Purple Rain (1999) com uma base de licitação de mil dólares.

No leilão da Heritage estão presentes objetos de vários artistas. Whitney Houston é a mais representada, com troféus, fatos, passaporte, o recibo de um anel de diamantes e safiras e muito mais. Mas também há Elvis Presley (dois fatos), Beatles, The Who, James Brown (umas calças vermelhas).

E Bowie. David Bowie. O disco de ouro para Let"s Dance, desenhos assinados pelo músico e... uma mecha de cabelo. É loura e data de 1983. E como chegou até aqui? Pelas mãos da mulher que fez a peruca da figura de Bowie para o Museu Madame Tussauds, em Londres. O pedaço de cabelo serviu para afinar a cor do sósia do músico e acabou por ser guardado como souvenir desta (também) fã. O lote é constituído também por uma foto do músico onde surge Wendy Farrier - assim se chama a mulher - em fundo e tem uma base de licitação de 2400 dólares (2100 euros). Os peritos da Heritage acreditam que este pedaço de ADN do cantor pode atingir dezenas de milhares de dólares.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG