A "grande festa" do cinema israelita tem mais sessões

Até dia 7, uma semana para ver o que de melhor se fez no cinema em Israel. Uma "produção muito rica", destaca embaixadora

O CinemaCity em Alvalade, Lisboa, é a casa do cinema israelita durante uma semana. A partir de hoje e até dia 7, decorre a 9.ª edição do Ciclo de Cinema Israelita com uma seleção dos melhores filmes produzidos nos últimos dois anos em Israel. Isso mesmo diz a entusiasta embaixadora Tzipora Rimon, a poucos minutos de assistir ao filme de antestreia do festival, Alouette, do realizador Shai Itzhar: "A produção cinematográfica é muito rica."

O festival é uma parceria da Embaixada de Israel em Lisboa com a New Lineo Cinemas e oferece nesta edição mais dias de festival e mais sessões. Isso mesmo destaca a diplomata, dizendo que ela própria já fez "um plano" para conseguir assistir a todos os sete filmes que vão ser mostrados em Lisboa.

"Prolongámos alguns dias o festival, uma semana inteira com feriado e fim de semana, e será uma grande oportunidade para o público português conhecer o cinema israelita", referiu Tzipora Rimon. Desta forma a organização vai ao encontro do público, procurando oferecer maior diversidade.

Os sete filmes em exibição, em várias sessões diárias, são A Quiet Heart (2016), Baba Joon (2015), Junction 48 (2016), Mr. Predictable (2016), The Last Band in Lebanon (2016), The Women"s Balcony (2016) e Wedding Doll (2015). Abrangem géneros distintos, da comédia, ao drama, romance e crime. Alguns destes filmes foram premiados, como Wedding Doll, de Nitzan Giladi, Junction 48, de Udi Aloni, A Quiet Heart, de Eitan Anner, ou Baba Joon, de Yuval Delshad.

"O cinema é um excelente meio para mostrar a cultura, a realidade, algumas questões familiares", diz a embaixadora, sublinhando que "nos últimos anos testemunhamos um pouco menos de filmes políticos e mais assuntos sociais, multiculturais".

Os bilhetes para a 9.ª edição do Ciclo de Cinema Israelita custam 4,50euro euros, estando disponíveis descontos para estudantes, jovens, seniores, parcerias e grupos (4 euros). Há ainda um passe para todo o festival por 24,50 euros.

"É uma grande festa", conclui a embaixadora israelita, que espera ter as sessões do CinemaCity cheias ao longo dos próximos sete dias.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG