Premium Espreguiçar faz bem. Já o fez hoje?

Esticar os braços, as pernas e rodar o pescoço é "fundamental à saúde humana", diz o médico Luís Amaro. É "inevitável", embora o ato de espreguiçar seja muitas vezes interpretado como uma manifestação de aborrecimento.

No teatro, quando estás no período de concentração e antes de começares com os exercícios de voz, é importante espreguiçares-te para desbloqueares todo o sistema", explica Vasco Lavado, ator amador de Vila Franca de Xira. "Normalmente, deito-me e espreguiço-me no chão. Como se estivesse mesmo a acordar. É um momento de foco. Depois da viagem que fazes por ti próprio, desde a cabeça até aos pés, espreguiças-te. E sentes-te melhor para iniciar os exercícios de respiração."

O ato de espreguiçar "é uma forma de ativação" usada pelos atores, antes de enfrentarem o palco, é recomendado pelos pediatras para que as crianças alonguem os músculos e uma rotina matinal para muitas pessoas. É "um ato fundamental à saúde humana. O seu caracter fisiológico torna-o de certa forma inevitável", diz o médico e osteopata Luís Amaro.

Ler mais

Exclusivos