Premium Dos cravos da liberdade ao lírio da pureza. O significado das flores

São usadas como símbolo há milénios. Assumiram papel de destaque na mitologia grega e romana, deram nome a guerras, representaram revoluções, figuram em bandeiras de países e no século XIX passaram a ter direito a dicionários em vários países europeus, Portugal incluído. O Diccionario da Linguagem das Flores, publicado em 1868, teve edições esgotadas. Uma rosa não é apenas uma rosa.

Cravo vermelho

Em Portugal, o cravo vermelho tornou-se sinónimo de liberdade no momento em que os soldados que no dia 25 de abril de 1974 libertaram o país de 48 anos de ditadura fascista colocaram a flor nos canos das espingardas. Passou a ser então símbolo da Revolução de Abril e já ninguém o associa ao significado que lhe era atribuído no Diccionario da Linguagem das Flores - "amor vivo e puro" ou a outros significados, que incluem admiração e fascínio. Uma lenda cristã diz que nasceram das lágrimas da Virgem Maria ao ver Jesus carregar a cruz e daí que sejam associados ao amor materno.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG