Premium Beethoven em Portugal: dos pioneiros aos atrasos históricos

O génio alemão demorou a impor-se no nosso país e só no século XX se tornaria presença corrente nos programas de concerto.

A fama de Ludwig van Beethoven (1770-1827) depressa se espalhou por toda a Europa. Se bem que o compositor, fixado em Viena desde 1792, nunca se tenha afastado mais do que um raio relativamente curto da capital imperial austríaca, a sua música, editada em partitura e reeditada por várias casas espalhadas pela Europa, depressa se tornou conhecida de músicos e amantes da música, inclusive em Portugal.

Em França, por exemplo, fez-se o ciclo integral das suas nove sinfonias entre 1828 e 1831, iniciativa impulsionada pelo grande maestro François Habeneck, à frente da Orquestra do Conservatório, que criou para esse específico efeito. Mas sinfonias de Beethoven avulsas já eram tocadas em Paris desde os primeiros anos de oitocentos.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG