Presidente destaca a situação ímpar: "Não era possível fazer mais"

Presidente realçou a determinação no combate ao incêndio e a coragem de quem combateu incêndio

O Presidente da República destacou a coragem e a "mobilização notável" a que assistiu este sábado em Pedrógão Grande no combate ao fogo que provocou 19 vítimas mortais e 20 feridos, 12 deles em estado grave.

Já passava da uma da manhã, quando Marcelo Rebelo de Sousa, deu publicamente "uma palavra de conforto e apoio a todos aqueles que estão a fazer o melhor que podem fazer, fizeram e vão fazer" para combater um incêndio que atingiu o concelho de Pedrógão Grande e que ao início da madrugada ainda tinha quatro frentes ativas.

Marcelo Rebelo de Sousa realçou o trabalho de "bombeiros, proteção civil, GNR, exército, segurança social e até os pequenos grandes feitos dos jovens escuteiros".

Nesta declaração de apoio para uma "missão que vai continuar", o Presidente salientou as dificuldades que os bombeiros enfrentaram devido à "temperatura, ao vento e à humidade nula. Um conjunto de fatores que tornaram a tarefa muito difícil".

Segundo frisou, e referindo as explicações que lhe foram prestadas sobre o trabalho desenvolvido desde o final da tarde, altura em que o incêndio ganhou maiores proporções, esta foi "uma situação ímpar, que não é habitual". E deixou uma certeza: "Não era possível fazer mais."

"Há situações que são situações imprevisíveis e quando ocorrem não há capacidade de prevenção que possa ocorrer, a capacidade de resposta tem sido indómita", considerou.

O Presidente da República manifestou ainda o seu "calor humano" aos bombeiros feridos neste incêndio, sublinhando que "fizeram e continuarão o melhor que podem" num incêndio que continua a lavrar de forma intensa. "Tornaram a tarefa destes verdadeiros heróis muito difícil", salientou.

Para o chefe de Estado, "não há nem falta de competência, nem falta de capacidade, nem falta de imediata resposta perante desafios dificílimos".

"É uma situação infelizmente ímpar, não é habitual no nosso país verificar-se aquilo que se verificou e está a verificar", disse, alertando que o combate ao incêndio continuará a ser difícil nas próximas horas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

Pub
Pub