Fotos históricas da Grande Mancha de Júpiter

Sonda Juno está na órbita do maior planeta do Sistema Solar

Esperava-se que fosse mais tarde, num dia mais próximo do final desta semana, mas foi mesmo esta quarta-feira que a NASA divulgou as primeiras "close-ups" (imagens bastante próximas) da Grande Mancha Vermelha de Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar.

A NASA havia anunciado no Twitter que "o último sobrevoo de Júpiter pela Juno terminou". A Juno é uma sonda da agência espacial norte-americana que entrou em órbita em torno de Júpiter no dia 4 de julho de 2016.

Permitiu que o planeta fosse visto como nunca tinha sido antes, através de instrumentos e câmaras que permitiram à sonda passar mais perto do planeta do que qualquer outro aparelho espacial na história. As imagens captadas mostram não só a Grande Mancha Vermelha, como também outras turbulências e regiões do planeta.

A Grande Mancha Vermelha é um furacão gigante que, como recorda a Forbes, dura há quase 200 anos, ou talvez mais. E apesar do seu tamanho ter mudado várias vezes, continua a ter mais de duas vezes o tamanho da Terra.

A sonda passou tão perto do gigante planeta que muitas das imagens acabaram por ficar em forma de ampulheta, dada a proximidade dos aparelhos que captaram as fotografias.

Juno passou na vertical sobre a Grande Mancha Vermelha a uma distância de nove mil quilómetros, pouco depois da 01:55 TMG (02:15 de Lisboa) desta quarta-feira.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub