Há uma chuva de estrelas nos céus este fim de semana

Esta noite de sábado para domingo olhe para o céu e nem precisa de ficar acordado até muito tarde já que em Portugal o pico é visível na madrugada do dia 13 a partir da 1 hora

As noites deste fim de semana vão oferecer a oportunidade ideal para observar as Perseidas, a chuva de estrelas anual que marca o verão dos apaixonados pela astronomia.

Aproxima-se o pico desta chuva de estrelas - também conhecida como as Lágrimas de São Lourenço, por ocorrer perto do dia 10 de agosto, dedicado ao santo -, que este ano será a 12 de agosto, a partir das 14.00 e até às 2.30 do dia seguinte. Ou seja esta noite de sábado para domingo olhe para o céu - e nem precisa de ficar acordado até muito tarde já que em Portugal o pico é visível na madrugada do dia 13 a partir da 1 hora, segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL).

O OAL lembra que valerá a pena "observá-las à noite nos dias próximos do pico e até ao dia 24 de agosto" e que a melhor altura será nas noites próximas da Lua Nova, ou seja, no fim de semana seguinte - a fase de Lua Nova ocorre no dia 21 às 19:30 horas. Em média, esperam-se cerca de 150 meteoros por hora.

Os conselhos para uma boa observação são simples: fuja à poluição luminosa, se puder, escolha céus pouco nublados e não se esqueça de levar uma manta confortável para se sentar e apreciar o espetáculo. Não é necessário qualquer equipamento.

Esta chuva de estrelas é causada pelo cruzamento da Terra, no seu movimento de translação, com a órbita do cometa Swift-Tuttle, que vai deixando um rasto de detritos, poeiras e pequenas partículas - são estes detritos que entram na atmosferas terrestre deixando "rastos luminosos" designados popularmente como estrelas cadentes. A constelação de Perseus aparecerá acima do horizonte a Nordeste.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub