"Não há responsabilidade política no caso dos 10 mil milhões"

Assunção Cristas disse hoje que "é muito claro que não houve nenhuma responsabilidade política" na transferência de quase dez milhões de euros para os 'offshore' sem tratamento pela Autoridade Tributária e Aduaneira, entre 2011 e 2014.

"Neste momento é muito claro que não houve nenhuma responsabilidade política no que tem a ver com as transferências [para paraísos fiscais] em concreto", afirmou a presidente do CDS, que falava aos jornalistas, hoje, em Perrães, à margem de uma visita a um lar de idosos do Complexo Social da Associação dos Amigos de Perrães (AMPER), localidade da freguesia de Oiã, no concelho de Oliveira do Bairro (distrito de Aveiro).

"Às vezes há uma tentativa de confundir os temas entre o que é publicar informação e o que é a informação que existe", sustentou.

"Aliás, ouvimos o [atual] secretário de Estado [dos Assuntos Fiscais] que mesmo que tivesse sido publicada uma informação ela teria sido publicada com erros, porque, de facto, houve uma falha no sistema informático", que "só agora foi detetada", salientou a líder do CDS-PP.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

Pub
Pub