Investigação confirma queda de helicóptero e contraria tese do governo

O aparelho combatia um incêndio em Alijó no dia 16 de julho quando sofreu um incidente

O relatório do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), tutelado pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, contraria a tese do governo para o incidente com um helicóptero que combatia um incêndio em Alijó no dia 16 de julho. Nesse dia, segundo lembra a TSF, o ministério da Administração Interna disse tratar-se de uma aterragem de emergência e não de uma queda.

De acordo com o relatório preliminar divulgado no site oficial do GPIAAF, a "aeronave entrou em instabilidade", desconhecendo-se ainda a causa da mesma. "No entanto, apesar da tentativa por parte do piloto de recuperar a estabilização do voo do helicóptero, o mesmo acabou por girar em volta do eixo vertical tendo as pás do rotor embatido na água. O AS 350 B3 tocou o solo e rolou para direita, ficando imobilizado na beira da represa", lê-se.

Segundo o mesmo documento, o helicóptero ficou destruído, como se percebe nas fotos que integram o documento e que o DN aqui publica, e o piloto saiu do acidente ileso. O relatório explica ainda que o piloto sentiu dificuldades a operar o balde quando se aproximou da represa para abastecer de água combatia o incêndio e que foi isso que o levou a realizar outros procedimentos.

Aquando do incidente, fonte do Ministério da Administração Interna referiu que se tratara de uma aterragem de emergência. "Houve uma anomalia com o aparelho, tendo o piloto conseguido ir em segurança até à margem e foi nesse momento que se deu o incidente com o helicóptero a tocar o chão de forma algo controlada pelo piloto", disse então Patrícia Gaspar, adjunta nacional de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, recorda a TSF.

O comandante distrital de operações de socorro de Vila Real, Álvaro Ribeiro, confirmou a queda do helicóptero quando este estava a efetuar os testes de balde numa barragem antes de iniciar o combate ao fogo de Vila Chã.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub