Boneco do Gil do Parque das Nações aguarda por reparação num estaleiro

O boneco está visivelmente danificado

Era o símbolo da Expo'98, mas espera há meses ao ar livre para ser recuperado

Um dos três bonecos gigantes do Gil, símbolo da Expo'98, que ficaram expostos no Parque das Nações, em Lisboa, está há largos meses num estaleiro para ser recuperado, mas a Junta de Freguesia assegurou que em breve estará arranjado.

Visivelmente degradado, o boneco foi retirado e aguarda pela reparação, tendo a sociedade Parque Expo já avançado com cinco mil euros para o arranjo.

Contudo, a verba só será disponibilizada à Fundação do Gil, que detém os direitos de imagem da mascote, "após apresentação de evidência da execução do trabalho", segundo uma resposta de um responsável da Parque Expo a um morador, a que a Lusa teve acesso.

Contactada pela Lusa, fonte da Fundação do Gil disse que aquele boneco estava colocado junto à antiga Praça Sony e que está "há bastante tempo no estaleiro" ao ar livre.

Afirmando que "querem sempre que o Gil tenha uma boa imagem", a mesma fonte disse que vão tentar agilizar o seu arranjo.

Entretanto, o presidente da Junta de Freguesia do Parque das Nações, proprietária dos bonecos, assegurou que esta e as outras duas figuras vão ser alvo de recuperação e serão colocados de novo na via pública até junho de 2016.

"Vão ser todos recuperados. Todos têm as suas mazelas", disse José Moreno à Lusa.

Segundo o autarca, no início do ano a Alameda dos Oceanos vai entrar em obras "por muitos meses", por isso "não têm urgência em recuperá-los".

"Mais vale fazer o arranjo mais próximo da altura em que serão recolocados", defendeu o presidente da junta, acrescentando que no final do primeiro semestre de 2016 as obras devem estar terminadas.

José Moreno disse ainda que todo este assunto está a ser articulado com a Fundação do Gil.

A Lusa tentou contactar a Parque Expo, mas até ao momento não foi possível.

A Expo'98 (exposição mundial) decorreu em Lisboa de maio a setembro de 1998 e teve como tema "Os Oceanos, Um Património para o Futuro".

A mascote oficial foi o boneco Gil, que é uma gota de água, batizado em honra do navegador Gil Eanes.

No final da exposição, ficaram colocados três bonecos no Parque das Nações: um na zona sul, outro a meio e o terceiro na zona norte (junto à Praça Sony).

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular