Bagão Félix e Tony Carreira apoiam Fernando Medina

A comissão de honra que Fernando Medina apresenta nesta terça-feira conta com 228 personalidades da cultura e da política, entre os quais Ramalho Eanes e Jorge Sampaio

Bagão Félix, ex-ministro em governos PSD-CDS, é uma das figuras que fazem parte da comissão de honra da candidatura de Fernando Medina às próximas eleições autárquicas. São 228 as personalidades do mundo da política, literatura, artes plásticas, teatro, música, cinema, universidades, moda, empresas e até da cozinha, que integram esta lista que será divulgada hoje, em Lisboa. A presidir a esta comissão, da qual fazem parte muitas figuras conhecidas como Tony Carreira, Herman José, o dirigente dos "patrões", António Saraiva, ou o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, está o fadista Carlos do Carmo.

Bagão Félix já tinha dado sinal, no início deste ano, de que poderia apoiar o candidato do PS, preterindo a da sua área partidária, Assunção Cristas. Numa entrevista ao DN/TSF, fez rasgados elogios ao desempenho de Fernando Medina, que substituiu António Costa, em 2015, na Câmara Municipal de Lisboa. "Não sei quais vão ser os candidatos à Câmara Municipal de Lisboa, mas à partida simpatizo com a ideia de continuar Fernando Medina, que tem sido um bom presidente. É um jovem político, e toda a gente comete erros, mas é uma pessoa ativa, que em meu entender está a fazer uma boa gestão na Câmara de Lisboa", considerou o antigo governante de Durão Barroso e Santana Lopes. Questionado sobre o apoio a um socialista, quando o CDS tem uma candidata à autarquia lisboeta, Bagão Félix esclarece que "não está em causa Assunção Cristas, mas para votar numa autarquia voto em pessoas. Por acaso, o Fernando Medina é do Partido Socialista, podia não ser. Acho que tem feito um bom trabalho".

Entre as mais de duas centenas de personalidades estão Artur Santos Silva, Rui Vilar, Luís Montez, Marçal Grilo ou Eduardo Barroso. Do mundo da política há dez nomes na comissão de honra, entre os quais dois ex-presidentes da República, António Ramalho Eanes e Jorge Sampaio. Integram ainda a lista o próprio primeiro--ministro, António Costa, Eduardo Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, o histórico Manuel Alegre, a ex-candidata à presidência da República Maria de Belém Roseira, o ex-presidente da autarquia lisboeta e ex-ministro da Cultura João Soares e o militante do partido Livre Rui Tavares.

Quando apresentou a sua candidatura, em junho passado, Fernando Medina anunciou que seria o fadista Carlos do Carlos a presidir à comissão de honra e a também fadista Mariza a sua mandatária. "Ele, que é uma figura maior da cultura portuguesa, é também uma personalidade atenta e ativa da vida da sua Lisboa. Ao longo destes anos, deu--me o privilégio da sua amizade e do seu conselho, e é com enorme gosto que digo que ele nos vai continuar a apoiar e que aceitou ser o presidente da comissão de honra desta candidatura", disse, sobre Carlos do Carmo.

Dirigiu, também nessa altura, "um agradecimento especial" a Mariza. "Ela é uma pessoa que corporiza como poucas a essência de Lisboa. Chegou cá criança e cresceu num dos bairros mais tradicionais de Lisboa. É símbolo de tradição e inovação que hoje se afirma internacionalmente. É uma das maiores embaixadoras de Lisboa e do fado em todo o mundo e deu-me a imensa alegria e privilégio de aceitar ser a mandatária desta candidatura."

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub