Levantado alerta no aeroporto de Faro. Ameaça de bomba foi falso alarme

O avião da TAP que ficou retido esta manhã

Diretor da PJ de Faro informou que avião da TAP foi inspecionado e nenhum engenho explosivo foi encontrado

Não passou de um falso alarme a ameaça de bomba recebida esta terça-feira no aeroporto de Faro, confirmou à comunicação social o diretor da Polícia Judiciária de Faro, Luís Mota Carmo. A PJ abrirá agora uma investigação para determinar a origem das ameaças, informou o responsável.

Sem adiantar mais pormenores, Mota Carmo informou que foram recebidos vários telefonemas garantindo que existia uma bomba "com determinadas características" a bordo da aeronave que deveria partir de Faro para Lisboa. As ameaças foram feitas em língua portuguesa, esclareceu.

Pouco depois das nove da manhã, foi então levantado o "alerta laranja" declarado no aeroporto algarvio, o segundo mais grave de uma escala de três, e que tinha sido decretado pelas 06:00 desta terça-feira.

Na altura em que foram recebidos os telefonemas com a ameaça de bomba, encontravam-se a bordo do avião 38 passageiros, prontamente retirados da aeronave. A GNR controlou os acessos ao aeroporto e dentro da aerogare e na pista as operações foram coordenadas pela PSP, que procurou engenhos explosivos dentro do avião. Para o local, foram igualmente mobilizados meios de socorro, nomeadamente ambulâncias e Viaturas de Emergência Médica (VMER).

A pista do aeroporto de Faro não esteve encerrada, segundo informação da ANA Aeroportos, e os restantes voos agendados para esta terça-feira deverão prosseguir com normalidade. "As operações no aeroporto de Faro continuam normais. Não houve cancelamentos nem atrasos", avançou Rui Oliveira, porta-voz da ANA, em declarações à agência Lusa.

De acordo com Rui Oliveira, a ameaça de bomba "foi feita por telefone e dizia respeito ao primeiro voo a descolar do aeroporto de Faro" e que tinha como destino Lisboa.

O porta-voz da TAP, António Monteiro, disse à agência Lusa que o avião da companhia portuguesa deveria ter partido pelas 06:05 do aeroporto de Faro com destino a Lisboa, mas tal não chegou a acontecer devido à ameaça de bomba.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular