Leonardo DiCaprio encontrou-se com o Papa Francisco

A defesa do meio ambiente foi tema de conversa entre o ator e o sumo sacerdote

O empenho de Leonardo DiCaprio na defesa de causas ambientais levou-a, esta quinta-feira, ao encontro do Papa Francisco, também ele empenhado preocupado com as alterações climáticas. O ator norte-americano e o sumo sacerdote estiveram juntos no Vaticano e conversaram sobre a forma de tornar o planeta mais saudável.

"Sua santidade, obrigado pela honra de me dar esta audiência privada consigo", disse o intérprete de O Renascido à chegada do Palácio do Vaticano, beijando depois o anel do Papa Francisco.

Ao longo da conversa que mantiveram, DiCaprio, de 41 anos, entregou um cheque da fundação com o seu nome - criada em 1998 com o objetivo de conservar os oceanos e as áreas naturais - para o Papa utilizar em causas ambientais.

Além disso, o ator, que há uma semana foi distinguido com um prémio no Fórum Económico e Social de Davos, na Suíça, pelo seu trabalho na conservação da natureza e em defesa de projetos sustentáveis, deu ao Papa um livro sobre o pintor holandês Hieronymus Bosch, do século XV. Francisco, de 79 anos, retribuiu, oferecendo-lhe uma cópia da encíclica papal em defesa do ambiente, avança a Reuters.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub