Escultor do busto de Cristiano Ronaldo: "Nem Jesus agradou a todos"

Emanuel Santos, desempregado de 40 anos, diz que o jogador português gostou da escultura que gerou tantas reações nas redes sociais.

O autor do busto de Cristiano Ronaldo que está no Aeroporto da Madeira, rebatizado na quarta-feira com o nome do jogador português, defendeu a sua obra que está a gerar tantas reações nas redes sociais. Emanuel Santos, escultor autodidata de 40 anos, explicou que é tudo "uma questão de gosto" e que Cristiano Ronaldo "gostou do que viu".

"É impossível agradar a gregos e troianos. Nem Jesus agradou a todos. Isso é questão de gosto, não é tão simples como parece", disse Emanuel Santos ao Globo Esporte brasileiro. "Já vi obras de grandes artistas que seguem esse parâmetro. O que interessa é o impacto que essa obra gerou", acrescentou à mesma fonte.

Nas redes sociais têm surgido várias montagens humorísticas que criticam a falta de semelhança entre a obra e o jogador. "Há sempre a possibilidade de apresentar alguma diferença, já estava preparado para tudo isso. Usei como base algumas fotos de Cristiano Ronaldo que procurei na Internet, nenhuma específica. Coloquei as fotos ao meu lado e comecei a trabalhar no busto", explicou Emanuel Santos. À Rádio Renascença, o escultor disse que é preciso saber "gerir as críticas", até porque "uma escultura é uma escultura e uma fotocópia é uma fotocópia".

Numa entrevista à rádio portuguesa, o escultor da Madeira diz que trabalhou nas limpezas do aeroporto da Madeira, mas está desempregado desde o início do ano. A ideia de fazer a escultura de Cristiano Ronaldo - tem apenas outros dois trabalhos no currículo, foi uma "iniciativa própria".

"Eu tinha o conhecimento de que se ia associar o nome do Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira e, por iniciativa própria, propus fazer um trabalho, um busto que pudesse ficar associado à cerimónia. Falei com as entidades competentes, a direção do aeroporto da Madeira, expus a minha ideia e mandaram avançar. Entretanto, quando já tinha o busto em gesso, mostrei à direção, eles gostaram do que viram e mandaram-me seguir", disse à Renascença.

Na mesma entrevista disse que Cristiano Ronaldo "gostou do que viu" quando o irmão lhe mandou as fotos. Mas pediu algumas alterações: "Só mandou alterar umas rugas, que dão uma certa expressão no rosto quando ele se está a rir. Ele disse que estava um bocadinho saliente, que o fazia mais velho. E pediu para desbastar mais um bocadinho, para ficar mais liso e mais jovial. Mas mandaram avançar porque gostaram do que viram."

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular