Fox News despede Bill O'Reilly depois de alegações de assédio sexual

Um apresentador vedeta da cadeia televisiva Fox News, Bill O'Reilly, foi despedido da estação depois de notícias que indicaram que cinco mulheres receberam milhões de dólares para ficarem quietas em relação a alegações de assédio.

A empresa 21st Century Fox emitiu hoje um comunicado a informar que, "após uma minuciosa e cuidadosa apreciação das alegações, a companhia e Bill O'Reilly concordaram que o apresentador não deveria regressar ao canal Fox News".

Bill O'Reilly, estrela do programa 'The O'Reilly Factor', que era transmitido na Fox News há mais de 20 anos, deveria ter-se encontrado com os seus seguidores na segunda-feira, depois de umas férias em Itália.

Esta ida para férias tinha-se seguido à revelação pelo New York Times que O'Reilly e a Fox tinham pago cerca de 13 milhões de dólares (12,1 milhões de euros) a cinco mulheres em troca do seu silêncio e da sua renúncia a processos judiciais contra ele por assédio sexual.

Donald Trump tinha então apoiado abertamente o apresentador, que o entrevistou várias vezes e que declara seu amigo.

"É um homem bom", disse Trump, acrescentando: "Penso que não fez nada de mal".

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular