Motoristas dos transportes urbanos de Aveiro repetem greve às primeiras horas

Os trabalhadores da ETAC/Aveiro Bus (Transdev), empresa à qual estão concessionados os transportes urbanos de Aveiro, mantêm a greve e aprovaram em plenário uma exposição que entregaram ao presidente da Câmara, disse hoje fonte sindicial.

A adesão à greve às primeiras horas de hoje está a ser semelhante à verificada dia 08 e 09, com a paralisação de 21 dos 23 motoristas, o que afetou, sobretudo os desdobramentos, segundo disse à Lusa Helder Borges, do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP), que convocou a greve.

"A adesão anda na ordem dos 80%. A empresa alterou as escalas de serviço para reduzir os efeitos da greve, mas as diferentes carreiras estão a ser afetadas, principalmente os desdobramentos: onde costuma haver três autocarros, só um fez o serviço", relatou à Lusa o sindicalista.

Uma representação de trabalhadores deslocou-se pelas 08:30 à Câmara Municipal de Aveiro para entregar ao presidente um documento, aprovado em plenário, em que reclamam a redução da "amplitude diária" de trabalho e o aumento do subsídio de refeição, considerando que a concessão não está a acautelar os direitos que tinham na MoveAveiro, a empresa municipal em processo de extinção, de onde transitaram.

"A Câmara também tem alguma responsabilidade porque após a concessão o descanso entre jornadas de trabalho por vezes não é respeitado, pondo em causa a segurança dos utentes", disse.

Embora o salário corresponda a 08 horas de trabalho diário, queixam-se de que acabam por estar 12 e mais horas afetos ao serviço.

Outra pretensão dos motoristas é o aumento do subsídio de refeição, atualmente de 2,50 euros, para um valor semelhante ao que é pago em "refeição deslocada", que é de 6,90 euros, dado que têm de permanecer 12 horas ao dispor da empresa.

O STRUP entregou um pré-prévio de greve, para o período compreendido entre as 06:00 e as 09:00, que vai repetir dias nos dias 25 e 26, se a administração não corresponder às suas reivindicações.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular