Ano novo, preços novos. Há aumentos em 2017 mas nem todos são maus

Aos agravamentos fiscais, este ano juntam-se novos impostos, como a fat tax. E há sinais positivos para quem paga sobretaxa e empresas do interior.

Ano novo, preços novos. Com a entrada do ano, há que refazer contas porque há vários serviços e produtos que mudam de preço, e, por causa da entrada em vigor do Orçamento do Estado, ocorrem igualmente várias mudanças que afetam o orçamento familiar. Umas para o bem - caso do aumento das pensões e da mudança no abono de família -, outras nem por isso - como sucede com a generalidade das mudanças fiscais previstas para 2017. Aos habituais agravamentos fiscais que acompanham há já vários anos o tabaco, os combustíveis e o álcool, há este ano que juntar novos impostos como o que incide sobre as bebidas açucaradas, as balas e munições ou os proprietários que detêm um conjunto de imóveis mais valioso. Mas também há boas notícias nomeadamente para quem paga sobretaxa e para as empresas que se instalem no interior.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Dinheiro
Pub
Pub