Besiktas tenta seduzir Jorge Jesus para a próxima época

Clube turco contactou o treinador leonino na semana após o dérbi e está disposto a oferecer-lhe um salário mais alto do que o atual

O Besiktas está interessado em contratar Jorge Jesus para a próxima temporada, apurou o DN. Os primeiros contactos dos emissários do clube campeão da Turquia foram feitos na semana após o dérbi com o Benfica, ou seja há cerca de um mês.

A intenção dos responsáveis do Besiktas é tentar seduzir o treinador de 62 anos, acenando-lhe com um salário superior àquele que aufere no Sporting e que ronda os seis milhões de euros anuais, sendo que na Turquia, além do aumento oferecido, o treinador ainda teria a vantagem de deduzir apenas 15% de impostos, ao contrário dos 45% aplicados em Portugal.

Fonte próxima do treinador contactada pelo DN garantiu desconhecer propostas de qualquer clube para Jorge Jesus, mas admitiu a possibilidade de existirem, lembrando que "ainda quando estava no Benfica, o técnico recebeu um convite do Fenerbahçe", tendo na altura sido rejeitado. Jesus justificou então a decisão com a vontade de apenas deixar Portugal no caso de lhe aparecer um dos clubes de topo na Europa, com possibilidades de lutar pela conquista da Liga dos Campeões.

Aliás, a mesma fonte contactada pelo DN garantiu que essa intenção do treinador se mantém, pelo que vê com alguma dificuldade a possibilidade de Jorge Jesus trocar Alvalade pelo futebol turco.

Os dirigentes do Besiktas procuram com algum tempo de antecedência proceder à sucessão de Senol Günes, técnico de 64 anos que cumpre o último dos dois anos de contrato com o clube, sendo a sua saída no final da época um cenário muito provável. E o nome de Jorge Jesus surge no topo da lista do emblema de Istambul devido às excelentes informações que lhes foram transmitidas, sobretudo por Ricardo Quaresma, uma das principais estrelas da equipa, mas também por Anderson Talisca, médio brasileiro com quem o técnico trabalhou na Luz.

Jesus com contrato até 2019

Jorge Jesus tem contrato com o Sporting válido até julho de 2019, ou seja, por mais duas épocas e meia, não existindo qualquer cláusula de rescisão prevista no contrato com os leões. Nesse sentido, o Besiktas teria, em primeira instância, de chegar a um acordo com a administração da SAD leonina, ou então pagar ao Sporting as duas épocas de salários correspondentes ao restante do contrato.

Tendo em conta a relutância de Jorge Jesus em mudar-se para a Turquia, também em boa parte devido à estabilidade familiar que tem atualmente, os dirigentes do Besiktas apostam num jogo de paciência, tentando ao mesmo tempo aproveitar o facto de esta temporada não estar, para já, a correr da melhor maneira ao Sporting, que já está afastado das competições europeias, da Taça da Liga e a oito pontos do Benfica, líder da Liga portuguesa.

O título conquistado pelo Besiktas na época passada, após sete anos de jejum, foi resultado de uma aposta forte do presidente Fikret Orman, que pretende conquistar a hegemonia no futebol turco e ter uma equipa competitiva para disputar a Liga dos Campeões.

Ao DN, fonte do Sporting disse não ter conhecimento do interesse do Besiktas em contratar Jorge Jesus, lembrando que o treinador tem contrato até 2019.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular