Almada Atlântica: a exposição sobre o fundo do oceano

A mostra assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza e apela à preservação dos habitats e espécies existentes ao longo da costa

A iniciativa da Câmara Municipal de Almada convida os visitantes a "darem um mergulho" no oceano e a conhecerem a outra face da costa da cidade, que vai além das praias de areia branca. A exposição "Almada Atlântica - um mergulho no oceano" é inaugurada esta sexta-feira e assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza.

A mostra é composta por fotografias recolhidas na região, por fotógrafos de natureza prestigiados, jogos interativos e esculturas feitas a partir de lixo marinho, assinadas pelo artista Xandi Kreuzeder, do projeto Skeleton Sea. Além de guiar os visitantes pela natureza submersa da frente atlântica de Almada, a iniciativa lança também o apelo à conservação dos habitats e espécies que se escondem do olhar humano ao longo da costa.

A exposição, integrada na Estratégia Local de Educação para a Sustentabilidade, pode ser visitada até março de 2018, sendo que ao longo desse período serão dinamizados encontros e atividades educativas sobre a temática dos oceanos. A iniciativa conta com o apoio de entidades como a National Geographic Portugal e o Aquário Vasco da Gama, entre outros.

A mostra tem lugar no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa da Caparica (CMIA) , com abertura oficial pelas 17 horas e a entrada é livre.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Artes
Pub
Pub