Vacina desenvolvida nos EUA deverá custar entre 42 e 51 euros

A vacina da empresa norte-americana Moderna está chegar à fase dos ensaios clínicos, está a ser negociada com vários governos. Até agora é a mais cara das possíveis vacinas.

De acordo com informação do jornal Financial Times, a empresa de biotecnologia Moderna deverá vender a vacina com um preço entre os 42 e os 51 euros (50 a 60 dólares).

O jornal que cita fontes próximas do processo de negociação indica também que o preço será para duas doses do fármaco.

A empresa tem como estratégia distribuir a vacina primeiro nos Estados Unidos e a países com maior poder económico.

Esta será a vacina mais cara do mercado, caso o preço se confirme. A também norte-americana Pfizer e a Biontech, empresa alemã, terão um preço 10 euros mais barato que a da Moderna, segundo informação da agência Reuters.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG