Saturno é agora o planeta com mais luas do Sistema Solar

O planeta dos anéis tem mais três luas que as 79 de Júpiter. Satélites agora descobertos, através de um telescópio no Hawai, só podem ter nomes da mitologia nórdica, gaulesa ou inuíte.

Investigadores norte-americanos descobriram um conjunto de 20 novas luas em torno de Saturno, que assim ultrapassa Júpiter como o planeta com mais satélites naturais do sistema solar desde os anos 1990.

Segundo noticiou esta segunda-feira a BBC, cada uma das 20 novas luas em torno de Saturno tem cerca de cinco quilómetros de diâmetro - e 17 rodam "para trás", em sentido contrário ao do planeta (movimento conhecido como direção retrógrada).

Duas das luas que rodeiam Saturno com o mesmo movimento orbital (progressivas) demoram cerca de dois anos a dar uma volta completa ao planeta, enquanto a terceira dessas luas e as mais distantes das luas retrógradas levam mais de três anos.

A descoberta foi feita com o telescópio Subaru, instalado no Hawai, aplicando novos algoritmos de computação a dados recolhidos entre 2004 e 2007. Isso permitiu definir as órbitas daqueles 20 objetos já conhecidos e que se admitia serem luas.

"Achámos que eram luas de Saturno, mas não conseguimos órbitas completas" para tirar essa conclusão, disse o chefe da equipa de cientistas, Scott Sheppard, do Instituto Carnegie para a Ciência (em Washington). "Ao usar as novas capacidades dos computadores" foi possível "encontrar oficialmente órbitas" para esses 20 objetos, adiantou o cientista.

"Estudar as órbitas dessas luas pode revelar as suas origens, bem como dados sobre as condições que em torno de Saturno no momento em que se formou", explicou Scott Sheppard à BBC.

Para os investigadores, com base nas inclinações dos ângulos com que as luas agora descobertas orbitam Saturno, elas constituem restos de pelo menos três corpos maiores esmagados por choques entre luas distintas ou com asteróides.

"Essas luas têm órbitas bastante inclinadas em relação a Saturno e estão muito distantes", informou Scott Sheppard, pelos que "não consideramos que se tenham formado com o planeta mas que atraídas pelo planeta no passado".

A decorrer está um concurso para dar nomes às 20 novas luas de Saturno e que têm de pertencer a gigantes da mitologia nórdica, gaulesa ou dos esquimós inuíte (por pertencerem a grupos distintos de luas).

Exclusivos